Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Início do conteúdo da página Notícias

Campus Maracanã celebra 75 anos

  • Henmille Dayna e Felipe Matos (estagiários). Supervisão: Romulo Gomes
  • publicado 07/11/2022 16h38
  • última modificação 07/11/2022 16h38

Professor Vespasiano de Abreu da Hora recebe placa das mãos do reitor Carlos César e do diretor geral Jeovani Machado Rodrigues

Escola Agrotécnica Federal de São Luiz. Colégio Agrícola. IFMA – Campus São Luís Maracanã. Desde 1948, esses nomes têm sido marcantes na vida de estudantes e profissionais que já atravessaram o portão amarelo da instituição septuagenária. São 75 anos de referência na formação profissional e cidadã. Essa história foi celebrada durante todo o mês de outubro, com lançamento de selo comemorativo e homenagem a servidores aposentados.

No dia 28 de outubro, data em que se comemora o Dia do Servidor Público, aconteceu a culminância dessas celebrações, com evento promovido no Espaço Cultural, que funciona no local onde foi erguido o primeiro prédio do autal campus. Foi uma tarde de confraternização, reencontros, poesia, música e de homenagens a quem faz parte dessa história.

O professor Vespasiano de Abreu da Hora, que compôs o quadro de  servidores durante 36 anos, deu aulas de Educação Física e foi diretor geral por dois mandatos, somando oito anos à frente do Campus Maracanã. Ele recebeu uma placa em reconhecimento à sua relevante contribuição, desde 1986, das mãos do reitor Carlos César Texeira e do diretor geral, Jeovani de Machado Rodrigues.

Emocionado, o professor Vespasiano relembrou sua caminhada de enfrentamentos e de conquistas. “Se você for discorrer sobre essa história, vai perceber as marcas que os governos foram deixando neste campus; marcas indeléveis e outras tão nocivas, que é bom não lembrar. Lutei enquanto pude. Essa luta me forjou ser o que me transformei. Em nenhum momento, negligenciei buscar, não só para mim, mas para os outros, lugar mais digno e uma instituição mais sólida”, destacou o professor e ex-diretor geral.

Professor Vespasiano de Abreu da Hora

Ex-alunos e colegas de profissão reverenciaram essa trajetória. “Não sei quantificar, nem qualificar o quanto eu aprendi e continuo aprendendo com você. Eu sou uma pessoa melhor também por sua causa. Foi aqui, nesta casa, neste chão, que eu tive os melhores professores da minha vida”, reconheceu a professora Antônia Macêdo, que foi aluna do professor Vespasiano.

O professor Cláudio Ribamar de Brito Pereira, que atuou no campus desde 1980, também recebeu homenagens. Ele foi representado pela professora Esperança Maria Barbosa. A placa foi entregue pela pró-reitora de Administração e ex-diretora geral do campus, Lucimeire Amorim Castro. Outros dois homenageados, o professor Isaque Ramos da Silva e o cozinheiro João Francisco de Chagas, não puderam participar da cerimônia, mas foram lembrados com carinho pelos colegas presentes.

Representando o Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe) – Seção Sindical do Campus Maracanã, a professora Danielle Lima Costa fez um discurso vibrante em homenagem aos aposentados. “Todo nosso reconhecimento e agradecimento a vocês que durante toda sua vida aprenderam para ensinar; que com toda dedicação, empenho e paciência ajudaram a preparar as mentes do futuro, inspirando seus alunos a aprender, a descobrir, mas também lhes fornecendo base para que se tornassem pessoas melhores”, ressaltou a professora.

Ao lado da professora Lucimeire Amorim Castro, que chegou à instituição em 1986, como estudante do Curso de Economia Doméstica, o reitor Carlos César disse que se sentiu honrado por participar de momento tão significativo. “Saio daqui com meu coração revigorado, por perceber que o Campus Maracanã reconhece os seus talentos, as pessoas que colaboraram com a história desse lugar. Aos profissionais da educação, nossa gratidão e reconhecimento a todos vocês”, disse, orgulhoso.

Também participaram da solenidade o pró-reitor de Pesquisa, Rogério Teles; o pró-reitor de Ensino e Assuntos Estudantis, Maron Gomes; a diretora geral em exercício, Cledes Fernanda Castro, entre outros servidores do Campus Maracanã.

Outubro Poético

A programação contou com apresentações musicais do cantor e compositor Vine Castro, que é ex-aluno do campus, e também foram feitas declamações de versos, como parte da agenda do Outubro Poético. O recital teve participação das professoras Antônia Nilda, Socorro Botelho, Conceição Teixeira e Carolina Batista e dos professores Elias Oliveira, Marcondes Lopes,  Herliton Nunes e Cleiton Braga.

No final, foi servido um lanche, preparado por professores e estudantes do Curso Técnico em Gastronomia do campus. O cardápio foi planejado e elaborado sob a orientação das professoras Taísa Lisboa (coordenadora do curso), Giselle Schimid, Liana Lobo, Remy Myazi e do professor Wadih Aboud Neto.

Fim do conteúdo da página